Mundão Pet

Tudo sobre Pet
Animais exóticos: Sagui, como cuidar?

Mais conhecidos como Sagui, o primata Callithrix tem origem da Mata Atlântica. Com expectativa de vida de 30 anos, esse pequeno pode viver em cativeiro ou em ambientes abertos. Composto por seis espécies, eles são onívosos e comem alimentos de origem animal e vegetal;

Características do Sagui

Os Saguis medem aproximadamente 25 centímetros, possuem calda maior que o corpo, sua calda ajuda no equilíbrio e sustentação nas corridas e escaladas pelas árvores, sua pelagem é em tons cinzas, branco, preto e marrom.

Os Saguis tem fama de ser animais agressivos, porém com os cuidados certos ele pode se tornar um grande companheiro. Eles são muito brincalhões e podem sim ser agressivos, porém apenas quando se sentem ameaçados.

Como alimentar um Sagui

Eles podem ter uma alimentação variada entre carnes, verduras, frutas e insetos, não só banana como muitas pessoas acreditam.

Os insetos que os Saguis podem consumir são tenébrios, grilos e larvas. Eles podem comer frango e carne, arroz, feijão, lentilha, queijo branco, mamão, banana, maçã, uva, manga, etc. Também é possível encontrar ração específica para o Sagui em lojas de pets.

Como conseguir um Sagui

Para obter um Sagui tem que procurar o IBAMA, pois é necessário ter documentação, ele vem microchipado, custa em torno de 3 a 5 mil reais, todos animais exóticos necessitam de documentação para ser criado em casa.

Onde criar um Sagui

Um Sagui precisa de espaço, ele pode ser criado em um viveiro, com lugar para dormir, brincar, com água, comida e brinquedos a vista.

Esse bichinho precisa tomar sol, então é bom que você coloque o viveiro em um lugar onde chegue sol por um período do dia, caso isso não seja possível, você pode passar de 15 a 30 minutos tomando sol com o seu Sagui.

Espécies encontradas no Brasil

Sagui de tufos brancos (Callithrix jacchus); Sagui de tufos pretos (Callithrix penicillata); Sagui da serra escuro (Callithrix aurita); Sagui da serra (Callithrix flaviceps); Sagui da cara branca (Callithrix geoffroyi) e Sagui de wied (Callithrix kuhlii).

Limpeza

O ambiente em que o seu primata ficará precisa ser limpado com frequência e os alimentos e água devem ser trocados diariamente.

Você também pode escovar os pelos do seu amiguinho, para retirar sujeiras e para que o pelo não fique com nó, isso também ajuda para prevenir doenças.

Como exercitar meu Sagui

Os Saguis são muito brincalhões e não gostam de ficar parado, você pode estimular ele com brinquedos e brincadeiras, porém tem que ficar atento para ele não ficar estressado.

Como todo bichinho, os Saguis precisam de companhia constante, então você precisa ter tempo para doar a ele.

Motivos para não ter um Sagui

Saguis são animais que devem viver com companheiros de espécie para aprender seus costumes e modo de agir, em ambiente doméstico ele será privado dessa socialização.

Caso você não tenha o cuidado necessário, ele pode transmitir doenças como raiva, verminoses pneumonia. Saguis são animais silvestres e devem permanecer no seu habbitat natural.

Cuidados com a saúde

O seu macaquinho deve ser acompanhado pelo veterinário, onde haverá a vermifugação, que deve ocorrer a cada seis meses e tomar as devidas vacinas. As doenças mais comuns são verminose, enterites, ectoparasitps e pneumonia.

Se o seu Sagui está rejeitando comida e demonstrando irritação, é um sinal de que ele pode estar doente, então leve-o ao veterinário.

Conclusão

Apesar de ser uma opção tentadora, aconselhamos que você só adote um Sagui se tiver tempo e espaço para ele, e é importante que esse primata tenha companhia de outro da mesma espécie. Eles criam vínculos com seus donos e podem ser grandes amigos, porem são hiperativos e manhosos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.