Mundão Pet

Tudo sobre Pet
Chinchila: como faço para criar um?

O roedor chinchila é um mamífero nativo da América do Sul que vive em média 10 anos, herbívoro e com média de tamanho ente 28 á 38 cm eles são fofos e tranquilos.

É ideal para quem está à procura de um pet, mas não tem muito tempo para doar ao seu animalzinho.

Como cuidar de uma Chinchila?

Esse pet pode ser criado em gaiolas, mas para o bem estar dele é importante que essa gaiola seja espaçosa. É recomendado também, tirá-lo da gaiola para fazer um passeio pela casa.

As chinchilas gostam de viver em locais limpos e arejados, então é importante manter a higiene do local em que será o seu lar, com limpezas diárias.

Chinchilas não se dão muito bem com umidade e por ter muita pelagem, não é recomendado que os exponha a água, o banho das chinchilas deve ser à seco, de duas ou três vezes por semana com carbonato de cálcio.

Como alimentar uma chinchila?

Qualquer animal necessita de uma alimentação balanceada, para evitar problemas no intestino ou até obesidade. Com esses roedores não é diferente, as chinchilas, por ter um sistema digestivo sensível, necessitam de alimentação com rações específicas baseada em nutrientes e vitaminas que atendam às suas necessidades.

Por serem herbívoros, frutas desidratadas como uvas, banana e maçã, ou legumes como alfafa são ótimas variações de alimento para as chinchilas.

Como interagir com a sua chinchila?

As chinchilas não necessitam de tanta interação como no caso de um cachorro, porém, como a maioria dos animais de estimação, necessitam sim de interação e atenção.

Elas adoram brincar e se mover, por isso é importante que sua gaiola seja espaçosa e contenha objetos que proporcionem a distração do seu bichinho, como tocas para que ele possa se esconder, grades para escalar, roda para roedores e tirá-lo da gaiola para brincar com ela pelo menos uma vez ao dia e também fortificar o vínculo entre você e sua chinchila.

Cuidados com a saúde

Todos os pets precisam de acompanhamento veterinário, é muito importante um especialista para cuidar do seu bichinho e com as chinchilas não é diferente, principalmente por possuírem um sistema digestivo bem sensível.

Como é normal aos roedores, os seus dentes crescem continuamente durante sua vida, o que é bom, já que eles costumam roer tudo que vê pela frente, levando ao desgaste contínuo de seus dentes.

Porém, se a chinchila não tem o que roer, seu crescimento contínuo pode acabar tornando-se prejudicial e acarretando problemas de saúde.

Tipos de Chinchilas: Variações

As chinchilas apresentam uma variação de cores e mutações, as vezes levando até um ano para que essa característica seja revelada.
Veja algumas dessas variações:

Standard: a mais comum entre as chinchilas, nessa variação ela possui diferentes tons de cinza na pelagem, mais escuras em cima no dorso e com a parte do barriga branca.

Homobege: as homobege tem a pelagem mais clara, apresentando um tom champanhe, olhos vermelhos e orelhas rosadas.

Black velvet: como o nome diz, apresentam uma pelagem negra aveludada na parte de cima até a calda e tons de cinza nas laterais, barriga branca, olhos pretos e orelhas pretas ou cinza.

Pink white: são parecidas com coelhos, com olhos vermelhos, orelhas rosadas e pelagem totalmente branca.

Mosaicos: são mescladas, apresentam a maior parte da pelagem branca com algumas partes de outra cor ou pelagem totalmente de outra cor com manchas brancas.

Violeta: essas possuem a cor cinza que na luz pode parecer violeta, com a barriga branca. Essas chinchilas são mais raras.

Conclusão

Esses roedores são ótimos companheiros e não dão muito trabalho, apenas necessitam de atenção e cuidados específicos. Lembrando que é importante levá-los ao veterinário regularmente.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.